sexta-feira, 19 de abril de 2019

Pedaços meus...

Eu verdadeiramente adoro escrever porque sinto tudo isso que escrevo, vivo isso tudo, tudo é parte de mim... 
São pedaços meus que largo pelo caminho enquanto vivo. Pensas que é o fim da conversa? 
__________________________________  


Verdadeiramente esse é um tempo atemporal
É como sinto esse espaço entre inspirações
E expirações
Entre batimentos
Entre esperar ardentemente e realmente acontecer
Porque vai acontecer mais dia menos dia
Tu virás e eu vou ser a tua mulher
E vamos existir dentro dos batimentos
E gozar entre as respirações
Ficar ardente e fazer acontecer
a VIDA dentro do teu AMOR...
Preciso mais que tudo te avisar:
deves saber que atrás dos olhos alegres de uma mulher sempre está guardada uma dor ancestral...
É isso que nos faz misteriosas...

domingo, 14 de abril de 2019

Pensamentos do findi...

Adoro tuas surpresas... Essa de hoje foi deliciosa. Tu acordas com o mesmo tesão que eu e isso é incrível. Me dá vontade de falar coisas no teu ouvido, tocar levemente tua alma e profundamente teu corpo.
O que fazes nesse momento? Pensa em como posso te tocar...
__________________________________



Vida minha, o vento está furioso aqui e eu escrevi muitos textos nessas 5 horas em que velo o teu sono. 

Desejaria tanto estar abraçada contigo... Ter feito uma massagem para relaxar o corpo depois da caminhada do dia...

Me chama quando acordares, por favor, para eu saber que estás bem e que me amas...

Ah, desejo... Não sei o tamanho da lua, sei o tamanho do meu desejo e ele é tão grande e ele é tão intenso...

Não consigo dormir... Como se as minhas mãos não me pertencessem: são tuas!
Elas passeiam pelo meu corpo e não me deixam dormir.
Elas apertam, prendem , machucam, depois passam macias, doces...
Até que num ataque de gana elas me apertam de novo! Não posso assim dormir...

sexta-feira, 12 de abril de 2019

A tua visita esperada


Cada vez que leio essa mensagem para ti eu me derreto, me sinto devastar de tesão e morrer num gozo sem limites... E tu ainda dizes " Dramatica ! COMO SE EU NAO QUISESSE..."
_________________________________ 



Teclar contigo pode ser o paraíso... Pode ser um vulcão, pode me botar em brasas, sabias?
Quando me acordaste com o barulhinho do celular eu já imaginei. Ninguém me chama assim. É quase um código só nosso. Especial.
Quanto tempo eu esperei? Três semanas, acho. Enlouquecida de saudades e meu corpo ficando seco e rígido do inverno ártico e da tua ausência... Será possível sentir dor da "não presença"? Dor profunda, no peito, no baixo ventre, pernas, braços e nuca, boca...
Meu peito não sente mais tuas mãos urgentes, furiosas, apertando, comendo, lambendo e acariciando e novamente machucando.
As coxas que me sustentam quando me ordenas ser tua cavaleira sem dó nem piedade, são músculos que depois, sem uso, ficam doloridos.
Os braços que te puxam com insistência e depois, num momento de agonia insana, tentam te empurrar, te fazer parar... 

Esses braços ficam vazios, finos, frios.
As marcas dos teus dentes na minha nuca...
Demoram dias para desaparecerem. Sorte que me mordes onde não fica visível. 
A boca perde a umidade, o frescor, esquece do teu gosto misturado com o meu. E o meu ventre, esse deixa de existir. Nada substitui te ter dentro. Sou teu parque de diversões e te deixo usar todos os brinquedos. Todos mesmo. E tu sabes extrair de cada um o seu melhor desempenho.
E então nessa manhã, tu voltaste! Eu nem consigo lembrar da alegria sem ficar novamente excitada como naquele momento. Falamos loucuras. Nunca perdemos tempo precioso com perguntas sociais. Nossas urgências são de uma viagem psicodélica! Queremos nos amar já, queremos nos despir, nos entregarmos, nos visitarmos, nos enfiarmos um dentro do outro!
Mas a vida real nos chama e por mais umas três ou quatro vezes durante o dia nos procuramos como cegos na escuridão sem sucesso. Até que volto em disparada e consigo te encontrar; te chamo na telinha por minutos eternos. Tu estás no meio da tua madrugada. Apareces com o sorriso que eu adoro e totalmente pronto para mim. Pronto para nós.
Que hora mágica! Do outro lado do mundo e dentro de mim. Fazes tudo o que tens desejo e eu te alimento e provoco e seduzo de todas as formas que as antigas mulheres já usavam. E tu, como os homens de antes, te entregas ao me teres, te abandonas ao me possuíres, pareces um menino ao mostrar teu prazer contido durante mais de meio dia, como se fosse um troféu!
E eu te deito ao meu lado enquanto tu me abraças com uma tristeza incomum da coisa acabada. Do amor concluído com gosto de quero mais...
Tento dormir cansada como se fica após tantas horas fazendo amor. E quando acordo na manhã seguinte, tu não estás lá. A tela escura não te mostra. Estás na tua vida de correrias e eu correndo na minha vida.
Os dois amantes atados por um fio vermelho que desafia o bom senso e a realidade, nos fazendo viver uma lenda. Até que finalmente nos encontremos.



segunda-feira, 8 de abril de 2019

Gotas...


Tu sabes que sempre penso em ti, em nós. Às vezes penso numa frase só, outras vezes penso em pensamentos completos... 

__________________________  


Eu saí a te procurar entre as linhas, entre as dobras,
entre os galhos, entre as flores...
Entre as nuvens, entre os arranha-céus 
Te procuro entre os grãos de areia da praia
Te procuro por todos os cantos...
E como ultima tentativa de te encontrar
com as minhas mãos rasgo o meu peito
para procurar dentro do meu coração.
Lá te encontro  

________________________ 


Quando alguma parte do teu corpo, qualquer delas, penetra em alguma parte do meu corpo, em qualquer delas, eu chego a ter medo...da reação...físico-química...é sempre uma sensação de EXPLOSÃO! 
_________________________


Eu hoje esqueci de ti...
Passei o dia envolvida tentando não pensar em ti. 
Mas quando eu respirava, ou a roupa roçava meu corpo, os dedos tocavam o rosto ou mexiam no cabelo ...
Aí, eu lembrava! 




sexta-feira, 5 de abril de 2019

Magia...



Tantos instantes entre nós parecem sonho, fantasia, ilusão ou magia...
Lembro de vários, e eles se repetem com tanta frequência que é impossível esquecer! 
________________________________



Isso acontece todas as noites e tu és o responsável :
Sou a que te busca no escuro, que revira os lençóis em agonia
Sou a que tem o sono interrompido tantas vezes
de perder a conta, quando sinto tua mão deslizando
na minha coxa.
Mas agora chega de me provocar! 
Preciso dormir pois já me dei duas, três vezes, nem sei.
Te cavalguei como ordenado foi
E as marcas do arreio sou eu quem tem
nos quadris onde me fincaste os dedos
de paixão.
...E aquele momento mágico quando a vida escorre de ti, eu não consegui congelar!

segunda-feira, 1 de abril de 2019

Intervalo

Vamos conversar um pouco, fazer um intervalo ?
Sabes que sou humana, tenho defeitos, desejos e raivas. 

Nem tudo é prazer e alegrias, loucuras e folias.
_________________________________ 


Talvez seja o grande defeito da mulher de Sagitário a sensibilidade desmedida. Isso que chamas de "drama"!
Choro por tudo e por nada, fico pensativa, idealizo situações. Todas de extrema sensualidade, quase um filme de Bergman, tipo "Gritos e Sussurros"... 
Imagino claridades, penumbras, cores, sons e cheiros, muuitossss cheiros...
Mas tudo isso depende de te ver, ouvir, tocar, lembrar, desejar mais e mais. 
No entanto, quando passam os dias e estou sozinha, quando teu trabalho te afasta de mim, eu me perco! 
Te procuro nas entrelinhas, te busco nos aplicativos, procuro teus rastros nas estrelas... 
Onde estás?
Deixo um “olá” aqui, um “kdvc” acolá, um “saudades” noutro lugar. 
E nada acontece. 
Estás em férias de mim.
Não me procuras embaixo do teu lençol, não me agarras antes de dormir, não marcas teus dentes na minha carne e nem recordas a tua finitude quando morres nos meus lábios.
Lembras de mim? 
Ainda me amas? 
Continuas com o fio amarrado em teu tornozelo? 
Virás pra mim um dia?

sexta-feira, 29 de março de 2019

Declaração

Declaração 
Sinto que precisas ouvir isso, ler quem sabe... Eu te conheço tanto tempo faz. Desde o primeiro instante, no primeiro dia, nos declaramos, lembras? 
_______________________________________





Foram horas de conhecimento, de descobertas e de uma forma sensual de fazer amor...
Sabemos como fazer um ao outro tudo o que sonhamos, desejamos e projetamos. Leio em teu pensamento, em teu corpo, no teu jeito de me olhar, de mexer com as mãos, tocar teu próprio corpo.
Tu? Ah, tu me conheces profundamente. Já fui tudo que desejaste, já me portei da forma certa, da forma errada, como uma dama imagina, como uma puta realiza...
Te mostrei tudo que pude, por dentro e por fora, até do avesso. Se me amas? Já me disseste isso algum tempo atrás e quase morri de alegria.
Hoje dizes que é bom que me declare para que “não fique só eu te querendo”!
Meu amor, eu te quero todos os instantes do meu dia. Acordo de madrugada te buscando, te sinto em mim e me realizo contigo. Levanto e vou para o meu dia contigo na minha pele, no meu perfume, balanças nos meus brincos, na minha pulseira. Te sinto grudado no meu corpo com a blusa que me aprisiona os seios como se fossem tuas mãos. A saia que se move conforme meu andar me parece como se tuas pernas se enfiassem entre as minhas, misturando nossa caminhada.
Meu cabelo voa longe, tentando te encontrar e enroscar pra não te largar mais... Cada vez que sento ou levanto, que me movimento, que faço meu trabalho estou sempre te sentindo. Cada toque no celular pode me trazer o maior dos prazeres : tu!
E quanto a esperar? Tanto tempo, e tu dizes “não tenho ideia” de quanto mais...
E ainda tens alguma dúvida? Preciso declarar que te amo?