sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Pensamentos - 1







O meu texto de hoje traduz uma expectativa de coisas futuras, talvez escritas nas estrelas, talvez onde eu consiga unir os meus e os teus pedaços arrancados de nós enfim...
Que os tempos estão diferentes, sem dúvida!
Sábado...Noite chuvosa...
Eu sai de um banho quente.. Como pensei em ti!
Peguei um licor de chocolate (odeio bebida doce mas adoro chocolate) 
e vou bebericando...Devagar...Como se fosse o teu licor!...
Pensei em buscar músicas mas prefiro o silêncio 
somente quebrado pelo barulho da chuva nos vidros...
Onde estou nos teus sonhos nesse momento?
Estou contigo? Não quero escrever mais
Então fico quieta. Nada de atrair coisas...
Os dias próximos me trarão o paraíso 
ou terei enfim a facada no coração?
Tu sabes a minha desgraça por te amar.











segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Pensamentos - 2







Pensamentos -2

Como amamos de formas diferentes! Como homem e mulher pensam, sentem e agem de maneiras complementares, mas até opostas.
O homem, falo do que percebo, tem coisas a pensar e o amor vem no final, quando tudo o mais já ficou resolvido...
Não consegue administrar o tesão no meio da reunião de trabalho!
A mulher tem compartimentos para tudo. Em algumas, como eu, o AMOR e o tesão ocupam a maior parte do coração, mente e corpo.
Vou ao trabalho, faço meus afazeres em casa e socialmente, mas estou pronta pra ti, o tempo todo. Basta que aciones algum desses botões e eu atendo e já te quero e desejo e me emociono até as lágrimas...
Dois, três dias de preocupação e quando retornas é como se estivesses voltando da guerra! Preciso examinar e ficar convencida que estás bem, que respiras...
Pobre da amante que não souber administrar isso! Irá se magoar, sentir-se em último plano, triste e até solitária por vezes.
São essas pequenas coisas que fazem a diferença entre os relacionamentos. Ter a certeza que o amor dele é imenso mas é diferente pode ser a chave de uma relação eterna. Enquanto dure!

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017

Primeira manhã...





Primeira manhã do ano
E eu acordo louca de amor...
Me acaricio como se fosse tu,
Esfrego o corpo na cama, enterro o rosto nos lençóis...
Procurando traços da tua passagem por ali...
Eu me toco pra ver se estavas ali dentro e deixaste um pouco de ti escorrendo entre as minhas pernas...
Sinto os bicos dos seios duros...
Como se tu os tivesses apertado, chupado, mas...
Não estás ali...
Opto por levantar e interromper o sonho...
Sei que em breve estarás aqui comigo.
Faremos desse sonho a esperada realidade.
Te amo tanto mas tanto que nem sei de mim mais...
Deixo um beijo nessa boca adorada, meu amor



segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

Nada mais...

     


                      


Nada mais tu quiseste falar ou ouvir
Teu telefone já não toca, deixou de existir
Tua voz sumiu como se nunca tivesse sido real.
Os planos, as descobertas, as emoções e os sentimentos
aqueles que se insinuavam, tentavam florescer...
Todos mortos, extintos...
Mas eu sou uma sobrevivente, teimosa, sonhadora.
Ainda espero, imagino um telefonema, uma resposta
Um chamado que venha a derreter a geleira
Aquela em que se transformou meu coração
Quem sabe esse ano vai trazer o amor
Enfim, para as nossas vidas ?!...


 

sexta-feira, 1 de dezembro de 2017

Eu não sei como...






Eu não sei como gostar de uma pessoa de forma diferente.
Eu tenho que sentir admiração por ela,  tenho que sentir vontade de compartilhar a vida com ela, preciso aceitar o que ela é e isso significa todo o seu passado , o presente e, claro, construir um futuro.
Se vai acontecer mesmo ou não, eu não tenho a resposta e nem tu tens.
Mas eu sei que a vida corre muito depressa e a única certeza que temos, desde o dia em que nascemos, é da nossa morte.
E eu desejo amar antes de morrer.
 Amar o homem que me buscava.
O homem que não terá  problemas em assumir que me ama e assim poder viver um mês, um ano, dez anos...
Quem sabe?


segunda-feira, 27 de novembro de 2017

Mas vivo apaixonada....



Mas eu, eu quase que vivo apaixonada.
Busco, procuro porque eu sei, tenho certeza que o homem que eu amo e que por enquanto tem só  o nome AMOR, esse homem pode ser tu, a quem eu agora, nesse momento, nesses dias, venho reunido várias razões pra me apaixonar perdidamente.
Eu te vejo doce, meigo, talvez um pouco triste, um pouco desapontado com a vida, com as relações, um pouco filósofo, uma pessoa que contesta algumas coisas, uma pessoa que tem muitas perguntas e quase nenhuma resposta!
Um homem que tem mãos que vão me prender fortemente e que vão me agarrar pelos cabelos.
Essas mãos vão me segurar os flancos, os meus quadris e vão enterrar na minha carne e ao mesmo tempo vão ser tão doces e tão gentis...
Vão planar sobre o meu corpo como se fossem plumas, vão me deixar os nervos à flor da pele. Ah, amor, como eu sonho contigo, como eu te desejo, quanto eu te quero!
Esse homem existe.
Um amor assim acontece.



sexta-feira, 24 de novembro de 2017

O último







Um homem me deixava solta, livre e descontraída. O dia era bom com a presença dele. Mas ele não queria saber do meu dia sem ele.
Não se importava com coisa alguma alem do meu desejo por ele. Só me queria faminta e risonha e sem passado...
Outro homem me desatinava... Nem seu nome eu sabia ao certo. Me escondia tudo e me dominava toda. Poderia sumir e aparecer a vida toda. Não se importava em me fazer feridas... Até gostava. Só me queria enlouquecida  e  disponível para usar... Sem nome, sem presente...
O terceiro,  vou te dizer: tomou meu coração, revirou minha alma e minha mente, desencavou esqueletos e devolveu o perfume das flores. Me faz rir e me emociona...
Não se preocupa em me desatinar, mas me enlouquece com seus beijos. Me ama até do avesso. Só me quer acomodada e ensandecida. É com ele que eu sonho lembrar o passado, morrer de amor no presente e projetar a vida no futuro...
Lembra Teresinha de Jesus, de uma queda foi ao chão, acudiram 3 cavalheiros....?